quinta-feira, 5 de março de 2009

Historinhas de encantar.

Já tive um amor que era para sempre. Entretanto o Para Sempre foi embora e só ficou o Amor, sentindo-se incompleto. Andou sozinho e infeliz durante quase um ano, lentamente pela rua a fora, recordando que neste restaurante tinha comido isto com o Para Sempre, que tinha assistido àquele filme no cinema com ele, que tinham conversado sobre este e aquele assunto, que tinham experimentado muitas coisas e conhecido outras tantas juntos.
Mas um dia o Amor sentou-se num café. E, finalmente, ao fim de tanto tempo, olhou para o lado e reparou que havia um Pode ser que dê certo com alguma piada, que por acaso já há algum tempo reparara no Amor.
Porém, durante mais uns meses o Amor pensou que não haveria hipótese com o Pode ser que dê certo, afinal ele não lhe dava a certeza do Para sempre.
Até que, um dia, o Amor conversou com o Pode ser que dê certo e resolveu aceitar o seu convite para sair. Sem grande vontade, diga-se de passagem...
Mas as coisas correram bem, e o Amor achou que o Pode ser que dê certo até tinha algum (bastante) interesse.
O Amor e o Pode ser que dê certo saíram juntos todos os dias a partir do primeiro dia em que o fizeram, e o Amor percebeu que o Para Sempre afinal já era somente uma História Mal Acabada.
Com o Pode ser que dê certo o Amor descobriu outros novos sítios, novos restaurantes, viu novos filmes, experimentou novas coisas e conheceu outras tantas mais.
Certo dia, o Amor olhou para o Pode ser que dê certo e percebeu que ele se transformara num Para sempre. Para sempre.

2 comentários:

Puzz disse...

onde fica esse café? quero me sentar lá e esperar por um pode ser que dê certo

porque o meu para sempre diz que foi embora!

Ana disse...

Acho que fica na rua da Oportunidade. ;-)