sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Às minhas amigas.


As minhas amigas são poucas. São minhas amigas porque cada uma delas tem algo de especial que a fez merecer esse posto, que a poucos dou o privilégio de alcançar. Não digo facilmente que alguém é meu amigo, e isso vocês sabem.
São todas diferentes: uma é minha irmã. Outra só diz parvoíces e faz-me rir, e sempre gostou de mim. Outra vive comigo e está comigo quando preciso. Outra é intempestiva e não prende as palavras na boca. Outra não nos liga muito, mas é o feitio dela.
Ultimamente só nos pegamos e discutimos por dá cá aquela palha... Não podemos falar nada umas às outras que parece que estamos todas com o copo cheio e mais uma gota transborda.
Mesmo assim, vou para a faculdade nalguns dias só para estarmos todas juntas na hora de almoço. Demoramos tempo sem fim na fila mas, quando nos sentamos, nunca há silêncio. Geralmente há berros, gargalhadas e discussão. Tropeçamos nas palavras, falamos umas por cima das outras, mandámo-nos calar. De vez em quando discutimos com outras gajas que se sentam na nossa mesa e se metem com uma de nós (coitadas, levam resposta de nós todas!). Depois lutamos por quem vai buscar o café e vão sempre as mesmas. Tomamos café, conversamos mais um bocado e aquele bocadinho faz-me bem, enche-me a alma.
Há umas às quais ligo quando tenho novidades, outras não. Há umas que me ouvem quando preciso, e outras não. Há outras com as quais vou às compras e me divirto. Há aquelas com quem só falo sozinha de vez em quando, mas gosto. Há outras ainda com quem conto para tudo.
Somos do piorio. Falamos mal de tudo e todos, incluindo umas das outras. Todas nós já tivemos momentos de maior rispidez com outra de nós, e nesses momentos nenhuma foi santa e falamos mal umas das outras sim! Porque somos amigas mas não somos perfeitas. Não se pode negar, faz parte da nossa natureza de mulher. Somos picuinhas, somos ranhosas, somos mesquinhas e muito críticas.
Cada uma de vocês já me disse coisas que me magoaram. De uma já estive afastada muito tempo mas ela sabe que é especial para mim. Também eu já disse coisas que vos magoaram, sem saber.
Mas gosto de vocês. Não o digo, muitas vezes não o demonstro, mas gosto mesmo.

2 comentários:

Asiram disse...

a amizade é linda!!!!

Patrícia disse...

A amizade é isso mesmo que descreveste e por isso é tão complicado ter-se amigos.