quarta-feira, 16 de junho de 2010

Não voltes ao mesmo erro.

Não cometas o mesmo erro. Estás a ser serviçal, estás a fazer as vontades todas, estás a querer agradar constantemente. Do outro lado não vejo nada disso. Só vejo palavras meigas que, como já devias saber, não valem de nada quando desacompanhadas de actos do mesmo género.
Vai-te sentar. Descansa um bocado. Também mereces.

3 comentários:

Rafeiro Perfumado disse...

Errar é humano, persistir no erro é ser burro. Este lema de vida tem-me dado muito jeito...

Beijocas!

Ana disse...

Aí está uma verdade universal. :) Obrigada!

.I. disse...

Errar é humano, persistir no erro é ser idiota, e não perceber isso é... simplesmente desumano (pronto, eu gosto de reformular adágios... não, não me refiro os iogurtes da danone ou lá que marca é).