segunda-feira, 29 de julho de 2013

O cachalote

Nas últimas semanas o cachalote que há em mim deu à costa. Ando desenfreada por comida, só a fazer asneiras e a atacar em doces, depois de mais de 4 meses de tanto esforço e tanta motivação, como já me sinto bem ando a fazer coisas destas!
A única parte boa é que, como na maior parte do tempo faço dieta, não engordei nada. Mas tenho de ter cuidado, muito cuidado... Agosto, com as festas na cidade, as farturas, os gelados, os doces, os bolinhos, os lanches, os passeios à noite, a tendência é para o enchimento... se começo já, estou perdida.

Caixa Maria, controla-te!!!

7 comentários:

Noa disse...

Percebo perfeitamente. Eu cometi um erro muito grave, ou sucessivos erros. Agora volto quase ao zero.

Conto de Fadas disse...

Noa, isso tudo, vamos voltar ao começo! :)

Ela é Bela disse...

Vai correr bem Caixa. Há alturas do mês em que isso até se explica. Mas se conseguis-te tudo o que alcanças-te, certamente que vais ultrapassar essa fase

Carla disse...

Como eu te entendo! Eu sofro de necessidade crónica de comer...principalmente doces e sobremesas!
Vá lá, que este ano ainda não inaugurei a época dos churros...vai ser este fim de semana, com as festas na terra, ahah! Que se lixe! :)

Petra disse...

Cola a boca mulher.

ádescávir disse...

Compensa nos outros em que podes dispensar "coisas boas" :D

GATA disse...

Não é esteticamente bonito, mas quando fores às Festas da Cidade leva um açaime! :-)