quarta-feira, 24 de julho de 2013

Verniz de gel


Desde que em Novembro passado experimentei pela primeira vez fazer verniz de gel (ou seja, não é unha de gel; é apenas um verniz aplicado por cima da minha unha natural, mas não sai) que não quero outra coisa! Usei em Novembro e Dezembro, parei durante 3 meses e em Abril retomei e já não me dou sem ele...

A verdade é que eu sempre fui uma roedora de unhas compulsiva - pior, roedora de pelicas à volta das unhas feroz - e esta é a única forma de não roer nem unhas nem pelicas, embora às vezes me ponha às dentadas a uma ou outra pelica seca. Com o verniz de gel consigo ter as unhas compridas (embora mais do que o que se vê na imagem tirada hoje já me incomode), bonitas e sempre arranjadas.

Se noto unhas mais frágeis? Nada. Segundo me explicaram, tudo depende de como tiram o verniz de gel. A pessoa onde faço é super cuidadosa, chateia-me estar uns 15 minutos com acetona nas unhas para derreter o verniz de gel mas a verdade é que quase que é desnecessário raspar a unha para tirar o verniz e, isso sim, destrói as unhas por completo.

Para já, estou mais que satisfeita e já não me dou sem este miminho! Hoje vou experimentar nos pés pela primeira vez, como mesmo no Verão uso sapatilhas umas duas ou três vezes por semana, sempre que uso fico sem verniz na ponta das unhas e irrita-me estar sempre a pintar. :)

4 comentários:

Saltos Altos Vermelhos disse...

Lá está, gostava de experimentar mas que a unha não fosse mal tratada pois uma vez fiz unhas de gel e a minhas unhas demoraram 6 meses a voltar ao normal.

Conto de Fadas disse...

SAV, sei que acontece! Graças a deus comigo está tudo melhor que antes. :)

GATA disse...

Eu gostava de andar sempre com as unhas pintadas, mas não tenho tempo nem paciência para cabeleireiros e afins. Então opto por usar as unhas curtas e naturais, e de vez em quando aplico um verniz 'nude'.

Carla Pereira disse...

Hoje, fui por verniz de gel. Depois de, pelo menos, 20 anos a roer as unhas, espero que esta seja a minha "salvação"! :)