domingo, 7 de abril de 2013

(Des)emprego

Há uma semana contei aqui que o meu senhorio tinha ligado por causa de me aumentar a renda pela 2ª vez em 2 anos e sobre provavelmente arranjar trabalho para o meu namorido (palavra parva que junta namorado + marido). Até à data, nem uma coisa nem outra se concretizou.
Quanto à actualização da renda, acho que ele teve vergonha e ainda não ma veio colocar na caixa de correio. Quanto ao emprego, como eu suspeitava acho que só se tratou mesmo de um falar-por-falar-para-disfarçar-o-facto-de-me-querer-aumentar-a-renda-de-novo. Isto está de mal a pior, é só o que vos digo!

9 comentários:

GATA disse...

Isto está mal e não melhora, só piora... cada vez mais acho que somos "carne para canhão".

Tete disse...

Caixa, se ele te colocar a carta simplesmente na caixa do correio, esta não é válida. Para te aumentar a renda de forma legal, a carta tem de ser enviada por correio registado.
Encontras esta informação em vários sites.:)

Caixa disse...

GATA, tenho a mesma sensação...

Tete, bem sei disso mas se eu pegar por aí, é só uma forma de adiar porque ele tem advogados a trabalhar com ele. A carta da última vez veio pelos advogados, se eu argumentar isso no dia a seguir tenho a carta em correio registado. Verdade seja dita, ele tem sido porreiro, também não tem motivos para pegar pois no dia 1 tem sempre o dinheiro na conta, já há dois anos... mas de qualquer forma, é um senhor simpático. É pena que, com tanto dinheiro que tem, haja necessidade de actualizar uma renda já por si bem alta, sobretudo sabendo que o meu companheiro está desempregado. Mas para já a carta ainda não chegou. :P

*C*inderela disse...

Gostava de dizer que as coisas vão melhorar, tudo se vai recompor, mas não tenho grandes expectativas em relação a este país! Ter trabalho hoje em dia é um luxo, acessivel a poucos!! Enfim. Força*

Caixa disse...

*C*inderela, é triste que a opção para a maioria das pessoas seja abrir algo seu e depois, muito provavelmente, ter dificuldades em aguentá-lo... o meu Caixote tem o subsídio (aquela grande fortuna que nem me paga a renda) a terminar agora em Julho, depois temos MESMO de arranjar algo!

*C*inderela disse...

Compreendo-te perfeitamente, se eu tivesse há espera das sociologias (o meu curso), esperava sentada! O mercado de trabalho não oferece nada, do pouco que oferece (uma ou duas vagas) algumas já estão mais que preenchidas (!) ou então é mil candidaturas para poucas vagas. E mesmo quando trabalhei na área as condições eram ridiculas, daí ter saido.
Ter algo por nossa conta e risco é complicado nesta altura de crise, as pessoas cada vez menos têm dinheiro para "extras", tudo vai para as despesas e alimentação. Não é nada fácil aguentar um negócio prórpio nos tempos que correm :(
Só posso desejar boa sorte para esta fase.

Bjokas.

Caixa disse...

Tens toda a razão *C*inderela, mas chega uma altura em que pensas: "ou começo algo meu ou não faço nada"... enfim, a coisa pode correr bem (como tem corrido o meu negócio; o dinheiro não me sobra mas mantemos a minha casa com ele e não devo nada a ninguém, o que é raro hoje em dia) ou muito mal. Vamos ver.

Maria disse...

Nunca perceberei porque é que as pessoa prometem o que sabem que não vão cumprir...outras oportunidades virão...força para os dois...coragem sei que não falta!
Bjs
Maria

Caixa disse...

Maria, não sei. Deus queira que eu esteja enganada e ele até lhe arranja algo... mas honestamente custa-me ver o meu namorado sempre com esperança (ele é demasiado bom, acredita em tudo) e constantemente gente a dizer que lhe vai arranjar aqui e ali e fazer e acontecer e não faz nada... e gente que lhe disse que lhe dava emprego a partir de X dia e nunca mais falou? Foi pelo menos já meia dúzia!

Mas enfim, nunca pior...