segunda-feira, 25 de novembro de 2013

A Bruxa


Decididamente a minha vida nos últimos meses anda tudo menos fácil e despreocupada. Haja saúde.
Este fim-de-semana estive num mercado no Porto com a minha loja. Correu muito bem, obrigadinha. Esteve bom tempo, apesar do frio, tive muitas visitas e vendas, o sábado então foi espectacular. Vinha eu toda feliz ao final do dia para Viana, já passava das 20h, quando decidi (ou uma bruxa meteu-se na minha cabeça e decidiu) deixa-me aqui encostar um minuto, entrar na Nandinha e levar umas glórias para o meu Caixote que adora. Assim fiz. Encostei, quatro piscas (estava em segunda fila atrás de outro carro), um minuto e saí do café. 

Cheguei cá fora, cadê o carro? Olha para a frente, olha para trás, nada de carro, momento de pânico. Olho em frente e tinha o carro espetado do outro lado da rua, no sentido contrário, ou seja, em contramão. Espetado contra um outro carro. Um carro que nem é meu, espetado contra outro (o meu só chega no início do mês, andávamos com um carro de serviço igual ao que compramos, dado que o nosso bolinhas já não pegava). Pânico. Atravesso a estrada de noite, montes de carros. Desato a chorar. Pego no carro, volto a estacionar no sítio original.

Que se passou? Não faço ideia. Devo ter travado mal, puxei o travão de mão mas não todo, é o que deve ter acontecido. Mas puxei, porque senão o carro tinha ido por ali a fora ainda eu estava dentro dele a tirar o cinto e a tirar a carteira da bolsa...

Conclusão: amolguei e risquei o carro de outra pessoa. Deixei bilhete. Estava em Viana (sim, fiz a viagem de 75 quilómetros com uma camada de nervos inacreditável) há uma meia hora quando o senhor ligou. O Caixote atendeu que eu estava nervosa. Simpático, compreensivo, encontramo-nos com ele ontem e vamos resolver.

Parti o pára-choques do carro que tenho. Foi de traseira contra o outro e partiu todo de um lado. O meu Caixote está neste momento na Honda a saber o que vai acontecer, depende do seguro que o carro tivesse mas provavelmente o estrago no Honda vamos pagá-lo nós, claro.

Resumindo e concluindo novamente: mais valia ter ficado em Viana porque vendi bem mas não vou ter vendido pró estrago. Larga-me porra de bruxa!!!

11 comentários:

Violeta Santos disse...

Que azar !!! Força, tens de ser superior a essa bruxa, força **

Conto de Fadas disse...

Violeta, já estou cansada de remar e remar e não sair do sítio... mas hei-de dar a volta. ;)

Coquinhas disse...

oh sorte :S Fada nunca te esqueças "quanto mais nos baixamos, mais se nos vê o rabo". Por isso cabeça erguida, esta semana não faltarão cliente na loja para ajudar a pagar esse estrago. Que tudo corra bem querida.

GATA disse...

Para começar, o que interessa é que não te aconteceu nada! E quanto ao resto... "join the club" - sendo que as minhas 'bruxas' são permanentes, quando não é uma coisa, é outra! Enfim...

Carla disse...

Há coisas do demo...
força fadinha!!! É só mais uma pedra para o teu castelo!!! Beijinho :)

Conto de Fadas disse...

São coisas que acontecem sem motivo e vêm abalar as finanças mas olhem... nunca pior. :) Obrigada!

mrfashionmood disse...

Realmente :S tb ando com um pouco de azar e é chato quando do nada aparece um arrombo nas contas...mas deixa lá, vê pelo lado positivo, a ida a Viana trouxe novos clientes e contactos com certeza ;)

Conto de Fadas disse...

mrfashionmood, isso sem dúvida. :)

EscritaDela disse...

Nem é bom pensar nisso :/ o que importa é que afinal não foi assim tão grave. Há alturas que parece que acontece de tudo, mas acaba por correr bem :) tens de ter sempre atrelado a ti o pensamento positivo para atrair coisas boas :)

Violeta Santos disse...

O importante é nunca desistir :b

Conto de Fadas disse...

Escritadela e Violeta, obrigada meninas. :)