quinta-feira, 6 de novembro de 2014

O Casamento/Baptizado - Parte I

Já estou noiva há 4 meses mas, se calhar por ter sabido no mesmo dia que estava grávida e isso para mim ser 1000 vezes mais importante do que casar, andamos sempre a adiar tratar do casamento. Agora que faltam cerca de 9 meses para casarmos (4 meses depois de o bebé nascer), convém começar a tratar de tudo.

Há umas semanas fomos marcar a data e igreja.
Depois começaram as visitas aos espaços de organização dos comes e bebes, que francamente é o que importa. Demos logo com um grande problema: como seremos entre 50 e 60 pessoas, a maior parte das quintas não tem interesse em casar-nos, reservando um dia de Julho (época alta) só para nós. Não aceitamos dividir espaço com outros casamentos e portanto sobraram-nos 3 ou 4 opções com preços minimamente aceitáveis. Acabamos por marcar numa quinta aqui perto, uma situação muito íntima e com boa comida, um bonito espaço exterior e interior, musiquinha ambiente e pouco mais. Não queremos muitas extravagâncias: não temos nem dinheiro para isso nem paciência, sobretudo considerando que vamos ter um bebé tão pequenino no colo. Ah, esqueçam: gasta-se sempre mais do que se pretendia. Uma pessoa sabe como a comida é importante num casamento (ninguém quer saber do vestido ou espaço bonito se comer mal!) e acaba por esticar-se. O bom é que o pagamento é facilitado, só um dos sítios é que pedia dinheiro já, os outros pedem cheque datado para o dia a seguir ao casamento e já dá para amealhar até lá algum. Nós não vamos contar com o dinheiro das prendas para casar, o casamento já tem de estar todo pago nesse dia e acabou. O que vier depois, muito ou pouco, é bem-vindo mas não necessário. 
O vestido é que está mais complicado. Estou grávida de quase 23 semanas, naturalmente já tenho barriga, o peito maior e a anca mais larga. Aqui na cidade as lojas de noivas devem achar que somos todas magrinhas e nas duas que entrei nem sequer tinham um vestido que me servisse, e um 40/42 nesta altura era o ideal. Mas pelos vistos 40/42 é para monstras e monstras não casam. Dentro de uns dias vamos passar um dia ao Porto porque lá lojas de vestidos são as dezenas e certamente a oferta será maior! Quero definir o modelo e depois do nascimento do bebé defino o número, mas quero ter o vestido escolhido porque em 4 meses (3, porque certamente no primeiro mês não vou experimentar vestidos toda empenada) não dá para escolher e mandar vir no tamanho.
Os convites já mandamos fazer anteontem na fabulosa Green Box, minha amiga e muito talentosa! Já me enviou umas imagens e são as coisas mais delicadas e bonitas que há... Nada de folhos nem de pirosices, tudo muito simples e elegante, mas cheios de cor como eu gosto!
As ofertas de casamento/baptizado também já sei o que vão ser mas a pessoa a quem pedi orçamento nem sequer me respondeu ainda... Vão ser muito diferentes e especiais, estou entusiasmada!

Enfim, para já é isto. Já está tudo mais ou menos adiantado, fora o vestido. Os sapatos já sei que vou querer uns da Geox ou algo do género (que não me massacrem os pés), rosinhas ou cremes e que depois dê para usar no dia-a-dia ou pelo menos em situações mais especiais. O meu Caixote também já sabe que quer uns tipo oxford da Camel Active do género dos que lhe dei o Natal passado, anda com eles e diz que parecem pantufas e sempre que os calça diz "gosto mesmo destes sapatos!", portanto isso também já está tratado. Somos pessoas muito descontraídas e pelo menos não queremos comprar calçado que não vamos usar mais.

9 comentários:

ádescávir disse...

Prática e despachada :D Assim é que devia ser sempre :D

Conto de Fadas disse...

Não tenho a mínima paciência para estas coisas... Ando a tentar simplificar tudo até porque em Dezembro com a minha loja não tenho tempo (trabalho 7 dias por semana) e em Janeiro e Fevereiro já estou demasiado barriguda para grandes andanças... :)

ines pessoa disse...

Olá, se vais ao Porto aconselho a loja Noivos de Gondomar, fica em Santa Catarina, tem imensooosss vestidos e com preços bastante simpáticos! Conselho de noiva para noiva ;)

Marcia disse...

Não querendo parecer intrometida,mas deixando aqui uma sugestão bem perto: não sei se conhece a Cupido Atelier, aqui em Viana, perto da Leitaria do Carmo... fiz lá o meu vestido de noiva e gostei muito do atendimento. Queria uma vestido diferente, que depois pudesse adaptar e usar em outras ocasiões e ficou perfeito, tal como pedi!

Tété disse...

É verdade que fazendo festa, os gastos existem sempre e é preciso ter controlo no orçamento ou descamba tudo. =P

De qualquer forma, há sempre maneiras de poupar em coisas que às vezes são mesmo prescindíveis. Eu casei de sabrinas, como sempre quis, que custaram 15€. :D E cortámos numa série de coisas que costumamos ver em casamentos mas que sem elas, tudo foi mágico na mesma. O mosteiro onde casámos, por exemplo, é lindo, lindo, lindo e prescindimos da decoração que ia ser uma despesa imensa e para nós tiraria a beleza do local.

Quanto ao vestido, tens de ter em atenção as lojas onde vais. Eu casei no início de Maio e escolhi o vestido
no início de Dezembro. Numa loja disseram-me que já era demasiado tarde para escolher o vestido. Na pronovias não me puseram qualquer entrave e em Fevereiro o vestido já estava na loja. Por isso, quando fores às lojas explica logo o teu plano e vê se é viável encomendarem o vestido a 3 meses do casamento.

De resto, boa sorte com os preparativos e deixo-te aqui as minhas preparações, pode ser que dê ideias :)
http://andolaporfora.blogspot.pt/search/label/Little%20Details



Conto de Fadas disse...

ines pessoa, obrigada pela dica! Sta. Catarina é paragem obrigatória!

Marcia, a Cupido Atelier fica perto da minha casa. Tenho de entrar porque na montra têm sempre coisas terríveis que nada têm a ver com o meu gosto mas é uma questão de entrar e ver. :) Obrigada!

Teté, obrigada e vou espreitar o blog! A coisa que mais me está a atrapalhar é a escolha do vestido estando grávida (naturalmente não vou estar uma elegância a seguir ao Porto... I Wish!), por isso quero mesmo escolher pelo menos o modelo antes e depois é só definir número. Obrigada. :)

Tété disse...

Do que tenho lido, estás basicamente a ganhar barriga, não é? :) Mesmo que não a percas logo a seguir ao parto (mais vale pensar no cenário pior), há modelos que são feitos mesmo para mulheres com barriga e sem estarem grávidas. Geralmente é o modelo grego que abre logo abaixo do peito. E é preciso ver que geralmente os vestidos também são feitos para ficar bem. Eu com o meu parecia ter 5 kilos a menos e menos barriga do que tenho realmente. :)

Conto de Fadas disse...

Teté, barriga e mamas! Este sábado vamos em busca de vestidos mas ando perdida de amores por um que vi online... :)

Angie disse...

A mim parece-me que estás a pensar tudo muito bem e de uma forma mt prática. Continua assim hehe. Bjs