segunda-feira, 27 de julho de 2009

E depois admiraram-se quando a Maddie desapareceu...

Hoje vi uma cena estupidamente irresponsável. Primeiro até achei que fosse um boneco, mas era mesmo uma criança. Passo a explicar:
Eu e o Senhor Pó (namorado da Poeira) viemos agora de um restaurante brasileiro onde comemos um rodízio que nunca mais acabava e salgado p'rá caneco heim! Mas adiante... À saída do restaurante, já lá fora, quando nos preparávamos para ir para o carro, vemos um carrinho de bébé fora da porta do restaurante, encostado a um canto onde estava tudo escuro e sem luz. Eu fiquei surpreendida e olhei p'ra ver se era só o carrinho que tinha ficado lá fora para não incomodar a passagem lá dentro, e eis quando vejo uma cabeça. Pensei realmente que fosse de um boneco, mas mexeu-se e era um bébé com certamente menos de 6 meses de idade.
Viro-me pró meu namorado e digo "Olha, é um bébé... será que o deixaram ali? Não pode ser de ninguém que está lá dentro, por amor de deus..." e ele entrou logo no restaurante e foi falar com um empregado e disse que estava lá fora um bébé. Vieram os dois cá fora e voltaram, e o empregado dirigiu-se a uma mesa enorme de cerca de 15 ingleses e perguntou-lhes pelo bébé.
O pai, muito espantado, só diz "Is she awake?". E o empregado diz que não. Mas tipo... são dez e meia da noite... está fora de um restaurante, no cimo de umas escadas que vão dar ao rio... está um vento do caraças... está muito escuro... e é um bébé!!!
Estes ingleses são, definitivamente, muito estranhos.

21 comentários:

Kalie disse...

Realmente...
Um bocadinho de bom senso não fazia mal nenhum!
**

Andréia M. G. disse...

Fiquei chocada!

suspiro de baunilha disse...

e depois quando acontece aluma coisa a culpa é dos Portugueses...

Patrícia disse...

F....-se!!!!
Fiquei verde com esta historia! Nem quero acreditar nisso.

mariacpois disse...

Ana de Viana do Castelo:

a notícia é de CHOQUE e de REVOLTA!
Mas penso que teria sido bastante oportuno terem feito queixa desta negligência,deveriam ter sido chamados a GNR,a PSP e a PJ.
Ingleses assim completamente negligentes para com as crianças é crime.

Ana disse...

Nós só nos piramos porque mal dissemos alguma coisa a empregado e o pai fez aquela pergunta estúpida, a mãe (presumo) foi logo lá fora e depois foi o pai também, mas acho que o carrinho continuou lá fora. Entretanto fomos embora... Que disparate, é o que vos digo! Eles devem realmente ter uns métodos para criar os filhos muito diferentes dos nossos.

Aninhas disse...

Afinal ainda há coisas que me surpreendem... Deixar um bébé ao relento, esquecerem-se deles dentro do carro... Está na moda ou quê???

Bjx

Ana disse...

Depois eles morrem ou acontece-lhes alguma coisa e coitadinhos dos pais que ficaram traumatizados... Às vezes a culpa é dos próprios pais, por facilitarem!

*Sininho* disse...

:O Até custa a acreditar! Que falta de bom senso, de responsabilidade, de tudo!

Ana disse...

Tanto custa a acreditar que pensei que fosse o carago de um boneco!!!

Rapariga dos caminhos abstractos disse...

São pais incompetentes. Foi assim que foram criados, é assim que vão educar os filhos, e os netos também vão fazer barbaridades destas, há coisas que nunca mudam . Ou isso ou pensam que portugal é o local mais seguro à face da Terra !

mariacpois disse...

Foi um jantar cheio de sal.E muito sal faz mal e põe-nos de boca aberta. A situação de ser um bebé REAL abandonado,pois é este mesmo o termo para a situação, e a outra, da pergunta do progenitor,apenas preocupado se a criança tinha acordado...
Ana,mesmo os idiotas tendo ido lá fora é de doidos,apenas para verificarem se podiam continuar sem a presença da criança.SURVIVOR CHILD! Quando crescer provavelmente há-de repetir os mesmos comportamentos do casal que se uniu para procriar um Ser.

mariacpois disse...

A Ana é estudante de Direito,penso.
Então leia este artigo de Francisco Moita Flores "Los niños-moneda - La protección de los derechos de los más pequeños nos obliga a ir más lejos. Sin amor no hay Derecho que valga" , em:
http://mercedessigueaqui.blogspot.com/
onde citam também o Seu blogue.
Y se sorprendieron cuando Maddie desapareció…

Caixa poeirenta

...."hoy bajo la dirección técnica de Dulce Rocha, una magistrado de excelencia, uno de los más decisivos brazos maternales que nunca perdió el sentido de los derechos jurídicos del niño, sobre todo porque no los ve solo como sujetos de Derechos sin dimensión afectiva...."

Ana disse...

Obrigada pelos comentários mariacpois. De facto a internet é um mundo onde tudo circulo, e de repente já vou parar a outros blogs! É realmente importante que isto se fale, porque já são demasiados casos de pais irresponsáveis e negligentes que continuam a pensar que os filhos são coisas que se pousa onde der mais jeito a determinada altura.

Sim, sou estudante de Direito. Lerei o texto com muito gosto. Obrigada. *

mariacpois disse...

Obrigada Ana por ter recebido tão bem a dica. Vale a pena ir ao Hasta,para Si,Estudante de Direito e futura Profissional.Muitas das ligações que lá constam , vão interessar-lhe,pode crer.

http://mercedessigueaqui.blogspot.com/

Tudo a correr bem.
MC

Ana disse...

Quanto mais não seja, o Hasta serve para as pessoas ficarem mais atentas. Gostei!

mariacpois disse...

Boas,Ana:

então talvez tenha reparado que é um dos blogues existentes desde o momento do
" desaparecimento" de Maddie e da procura da Justiça para Ela,pobre criança.
Em língua espanhola,penso ser o único.
Depois há em inglês , por Portugueses, para a revolta chegar universalmente.
No Hasta,coluna do lado esquerdo,tema as ligações.Um deles é este:
http://textusa.blogspot.com/
onde também temos os " links".
Não a vou maçar mais. Mas foi bastante importante que uma Pessoa Jovem (estudante às vezes-Universitária,vá) se lembre da negligência de 1 casal inglês e a afronta do governo de Uk para com Portugal.
A Ana tem espírito de Cidadania.
E muito humor tb.
É nova,está atenta a algumas realidades e isso é extraordinário.
E os casos vindos a público de Idosas (88 anos e 92) assaltadas,objecto de sevícias brutais pelo Norte de Portugal.E onde haja GENTE a morar em sítios isolados.Tremendo.
O Seu blogue está já nos meus favoritos.Hei-de lê-lo,prometo,porque ele promete.
Ah,veja lá que no Reino Unido,numa Faculdade de Comunicação ,uma Tese de final de curso foi sobre as campanhas por profissionais do ramo ,utilizadas para os MC Cann e que não resultaram.

Ana disse...

lol Claro...
Sim, reaparei nesse aspecto do Hasta, realmente formou-se em volta deste desaparecimento uma gigantesca onda que não se formou em volta de nenhum outro.
Obrigada pelos elogios mariacpois. :) Venha visitar-me que eu continuarei atenta a estas realidades.

mariacpois disse...

Obrigada também.Reparei que as Autoras do Hasta a seguem.Mais uma valia!
Tudo de bom,Ana.

A onda que se gerou deveu-se aos poderes políticos dos quais os Mcs se rodearam mesmo.Uma vergonha.Por ser um escândalo tão óbvio.

Claro que,infelizmente, na altura do Rui Pedro-(Lousada)que poderá ter a Sua idade e do outro Rui e de mais,Manuel Fiúza,Rita Sloff Monteiro assim não aconteceu. Os Pais de todos eles não os negligenciaram e procuraram sempre as ajudas da PJ. Não foi suficiente.São casos de dores intensas.

mariacpois disse...

Obrigada também.Reparei que as Autoras do Hasta a seguem.Mais uma valia!
Tudo de bom,Ana.

A onda que se gerou deveu-se aos poderes políticos dos quais os Mcs se rodearam mesmo.Uma vergonha.Por ser um escândalo tão óbvio.

Claro que,infelizmente, na altura do Rui Pedro-(Lousada)que poderá ter a Sua idade e do outro Rui e de mais,Manuel Fiúza,Rita Sloff Monteiro assim não aconteceu. Os Pais de todos eles não os negligenciaram e procuraram sempre as ajudas da PJ. Não foi suficiente.São casos de dores intensas.

mariacpois disse...

Ana: tem correio= e-mail.

Dia bom,sempre!
mcr ou mcpois