terça-feira, 14 de dezembro de 2010

As pessoas no seu pior

Como vocês já sabem, este mês estou a fazer um part-time de Natal numa loja. Eu de facto já tenho alguma experiência em venda a público, mas nos últimos dias tenho-me apercebido que as pessoas são mesmo estúpidas. São estúpidas, mesquinhas, ranhosas, exigentes, malvadas.
Anda tudo de mau-humor! Eu sei que estamos em crise, mas é escusado andar a comprar presentes com tão má cara e tamanha má disposição e má vontade! Oferecem as coisas mais inacreditáveis e disparatadas e ainda dizem coisas do tipo "não se pode estar a oferecer coisas assim tão boas, estamos em crise! E não diga que vai daqui!" - quando estão a pedir para embrulhar uma bola para pendurar no pinheiro. É uma coisa mesmo estúpida, quem é que oferece um bola de pinheiro de Natal, para oferecer no Natal?!
Exigem embrulhos, mesmo quando dizemos que os nossos embrulhos são em sacas - bem giras por sinal, já com local De e Para. Dizemos que não podemos embrulhar em papel porque não temos tempo, e discutem. Exigem embrulho em papel, laço e etiqueta, mesmo quando temos ordens expressas para só embrulhar em papel o que não cabe nos sacos.
Depois pagam, e querem que guardemos os sacos. Dizemos que não podemos porque não temos armazém e porque, nesta altura de tanto movimento, não podemos guardar no balcão porque podemos partir. Tratam-nos mal, reclamam, ficam chateadas, acham que é obrigação da loja guardar as sacas dos excelentíssimos senhores! Dizem "palavra de honra, é que já nem comprava se soubesse! Onde já se viu, vou ter de andar com as sacas a tarde toda, ainda queria ir ao cinema e tudo!". Não ponderam nem por um minuto e meter ao carro.
Querem caixas para tudo. Compram uma merda qualquer e querem pôr em caixas: um copo numa caixa, uma moldura numa caixa, o caralh* numa caixa.
Dizemos bom dia a sorrir e nem nos respondem. Dizemos boa tarde e obrigada quando entregamos o saco em mãos, e olham com desdém para o embrulho em saco.
Dizem "tirou-me o preço?" constantemente, apesar de o termos tirado na sua frente. Sim, tirei, na sua frente. Pedem para confirmar porque não repararam, toca a desembrulhar e a fazer tudo de novo.

Olhem... é surreal. Só vos digo, as pessoas são surreais.

8 comentários:

Manuela disse...

Ana, eu considero que no Natal, compras e exaltação, andam muitas vezes de mão dada.
Estive a ajudar uma amiga na sua loja e quando me pediam para embrulhar, dizia logo que hoje em dia é pouco ecológico, utilizar muito papel e sacos, sempre com um sorriso. Deu resultado :)

dinona disse...

É por essas e por outras que eu não tenho paciência para atendimento ao público.
Ficava lá um dia e era logo despedida!
Tu és corajosa mulher.

Fresco_e_Fofo disse...

O caralh* numa caixa é mais nas lojas das Caldas da Rainha eheheh. E é bem capaz de fazer boa figura pendurado nalgumas árvores de Natal eheheh.
Alguma vez eu me dou ao trabalho de ir para uma fila enorme, à espera que me embrulhem as prendas?
Se me derem o papel e a fita (e muitas lojas já fazem isso), faço o embrulho em casa. Se não derem, vou ao quiosque, e compro eu o papel.
Por isso é que dou graças aos deuses por ter trocado o comércio pela indústria, aos 19 anos. Ao menos tinha hora certa de sair e não aturava freguesia "arrebentada" eheheh.

Beijinho.

Carla disse...

Oh Ana, não sei se choro, ou se me rio com este teu testemunho!
Eu concordo com tudo o que aqui escreves: também onde trabalho atendo o público, uma vez ou outra, e conheço quase todas as tuas reclamações! Pois eu, enquanto cliente, sou exactamente o oposto: sou capaz de ficar a perder, mas não costumo reivindicar, nem reclamar. Sou capaz de dizer: "deixe estar que eu faço em casa", e muitas vezes me respondem "está na sua vez, tem direito de ser atendida"!
Sou capaz de sorrir e cumprimentar as pessoas (funcionários), mesmo sem receber resposta, muitas das vezes!
E presentes, compro o que posso, faço outras coisas eu própria, mas sempre com tanto carinho e alegria! Para mim, é mais importante dar do que receber...oferecer faz-me tão feliz! E fazer os embrulhos é outra das coisas que me deixa satisfeita, por isso não quero nada embrulhado nas lojas...
Mas pronto, obrigada pelo teu testemunho, partilha sempre que quiseres e puderes! Nós gostamos de ler! E força e coragem e um Feliz Natal (se eu não voltar a comentar!).

Ana Macedo disse...

adorei o teu blog!!! que achas da ideia de seguirmos o blog uma da outra? fico a aguardar uma resposta.

bjooo
www.allxury.blogspot.com

Rui Caldeira disse...

Por acaso tambem não gramo lá muito as pessoas. Pessoalmente sou mais gajos de E.T's e naves espaciais . . pelo menos quando não tomo a medicação . . .




Beijinhos Lagartais

Ana disse...

Olhem... a seguir já vos conto outra!

Narizinho Lunático disse...

Bem-vinda ao mundo real!! ;) bjs