quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Fugir com o rabo à seringa

Sempre fui da opinião de que não se deve festejar enquanto a procissão ainda vai no adro. Por isso ao ver o meu namorado tão feliz por finalmente ir (novamente) vender o estabelecimento dele e dos pais, ficava sempre de pé atrás, não fosse o diabo tecê-las...
E não é que agora, após imensas reuniões e já tudo marcado para a assinatura do contrato daqui a dois dias, o comprador liga agora de manhã a dizer que precisa de "adiar"? Adiar o raio, está é a dar de frosques... Que porcaria, já tínhamos feito tantos planos, e nada! De novo!

Esta gente parece que está a gozar com a vida dos outros. Tantos planos, já coisas combinadas...

4 comentários:

Asiram disse...

pois isso é muito chato :S pode ser que o menzito assine o contrato na mesma :P

boa sorte*

Fresco_e_Fofo disse...

E porque é que não ficam com o estabelecimento?
Ele faz as vendas e tu embrulhas eheheh.

Bjs.

Ana disse...

AhAhAh Vê lá se te cai o dentinho... não há nada para embrulhar, aquilo vende bolos, pizzas, hamburguers e afins! :)

*Sininho* disse...

Que situação tão chata =/