quinta-feira, 28 de julho de 2011

Das voltas

Anteontem candidatei-me a mestrado na minha faculdade. Fiquei boquiaberta por ver que uma simples candidatura feita pela Internet, quando no ano passado não paguei nada por ela, este ano me exige 55 euros. Tenho 20 dias para fazer transferência, seja aceite ao não ao mestrado, entre ou não. Pago 55 euros e depois logo se vê, mas não mos devolvem. Ao que isto chegou, céus!

É curioso porque, se eu continuar lá na loja, não vou poder tirar mestrado nenhum, porque os horários rotativos que se leva no shopping são incompatíveis com qualquer mestrado. Por isso tenho realmente de resolver esta questão do meu negócio porque, nem que não ganhe grande coisa para começar, ao menos o que ganho é meu, é para a minha vida, e permite-me ir à faculdade à noite, dado que o Caixote me asseguraria as últimas horas do dia na loja (Viana-Porto ainda são 70 km...). Não sei, não sei... já falei com o fornecedor, já acertamos umas coisas para Setembro, agora falta arranjar uma loja boa. Já vimos uma ou duas, mas os preços são exorbitantes, esta gente não tem noção!

Tenho de dar uma volta na minha vida. Estou farta deste rame rame...

5 comentários:

Dark angel disse...

Só tens que ter a coragem e o resto acontece. Olha, eu despedi-me no meio desta crise, com toda a gente a perguntar se eu estaria bem da cabeça. Fui criticada por todos, TODOS! Menos pela minha cara metade, e isso fez com que eu enfrentasse tudo. E acredita que foi o melhor que eu fiz. Não me sentei à sombra à espera que chovesse dinheiro do céu. Fiz-me à vida e fui aceite para trabalhar naquilo que gosto, com um bom salário. Se não tivesse feito nada por mim, ainda hoje estaria lá, a definhar e a ser infeliz. É preciso ter coragem, arriscar e lutar... força nisso!

Cláudia disse...

eu recebi hoje uma noticia que não era propriamente inesperada mas que, mais uma vez, virou a nossa - minha e dele - vida ao contrário.
Também ando a ver opções de algo que pudéssemos fazer assumindo os riscos mas também a liberdade de movimentos. Neste ponto sou mais céptica e pessimista que ele até porque no estado que estao as coisas ainda é mais arriscado.
Mas compreendo esse teu sentimento: de pendência.
Força.

Ana disse...

Pois, eu sei que os tempos estão complicados... mas se formos passivos ainda pioramos mais as coisas!

Ana Sousa disse...

1) Pagar pela candidatura? E 55€? Está tudo louco? Medo.

2) Se estás a full-time e vives longe da Faculdade realmente torna-se muito difícil conciliar mas não se pode desanimar. Não esquecer que o mestrado consome muitas horas extra-faculdade. Mas com calma e discernimento tudo se organiza, eu acredito nisso.

Beijo.

Ana disse...

Ana Sousa, 55 euros certinhos, vou pagá-los para a semana apenas para a minha candidatura ser considerada! :-/ No caso do meu emprego actual, é mesmo impossivel conciliar porque os horários são rotativos...