quinta-feira, 9 de maio de 2013

6.1kg gone with the wind!



O dia começou com a melhor notícia possível, esperada há já quase um ano, do meu Caixote ter arranjado emprego. O contrato já vai ser assinado amanhã, ele está super entusiasmado porque ainda por cima arranjou emprego numa área de que gosta, e eu também claro!
Continuou o dia, - já mais chato - com o nosso carro com um problema na bateria ou lá o que é que deve custar pra cima de 100 euros o arranjo. Notícia chata, péssima, mas poderia ser pior se já não tivéssemos recebido a primeira!
Depois do almoço, sigo para a última sessão de tratamento e fico feliz por saber que cheguei ao fim com menos 6.1kg em cima. :) O meu objectivo já está a menos de 5kg, lá insistiram um bocadinho (mas não muito) para eu fazer mais umas sessões, recusei e tudo ok, amigos à mesma. Amanhã é dia livre e sábado lá embrenharei na dieta dos 31 dias, estou entusiasmada e ansiosa ao mesmo tempo! Nem é por perder peso, porque já pouco me falta e vou levando nas calmas... é porque ter este sistema de comida mais ou menos saudável para seguir me faz bem, nós andávamos muito preguiçosos e nunca cozinhávamos, eram hamburguers e pizzas e sandes todas as noites. Agora gosto desta rotina de cozinhar, comer bem e sentir-me bem.

À parte do carro, está a ser um dia bom!

14 comentários:

Lu disse...

Neste momento estou a voltar a fazer uma alimentação saudável, a cozinhar etc... Espero assim continuar sem voltar a cair na mesma preguicite em que era mais fácil (e apetecível) comer uma sandes, pizza (mesmo w feira por mim), Hamburguer... Isto dura ha pouco tempo, por isso nao posso ainda festejar mas lá que sabe bem andar assim disciplinada sabe.
Mtas felicidades no novo emprego.

Conto de Fadas disse...

Lu, é mesmo isso, uma pessoa habitua-se àquele ritual de não cozinhar e vira uma bola de neve... eu por causa da minha loja chego a casa tarde e muito cansada, continuo a trabalhar online em casa e por isso dava-me preguiça. Agora como vou fazer a dieta dos 31 dias, tentarei seguir a receita para cada dia do livro e pode ser que isso me ajude a manter na linha. Força!

Cláudia disse...

Eu gosto de cozinhar, é uma espécie de catarse e portanto, mesmo depois de um dia longo, é algo que faço com prazer e sei que isso ajuda muito a manter uma alimentação equilibrada.

Em casa dos meus pais nunca houve o hábito de comer sandes ou fast fast food para desenrascar. O desenrascar era ter sempre uma panela de uma boa sopa e alface e tomates no frigorifico. Acho que isso me ficou desde sempre e, ainda hoje, sandes não é comida de refeição principal e a sopa obedece à regra 'acaba uma, faz-se outra'.

Conto de Fadas disse...

Cláudia, em casa da minha mãe, onde todos trabalham e apenas há uma hora de almoço, há muitos anos que os almoços eram de sandes. E os jantares às vezes também. Assim sendo, não podia pedir milagres, não é? :) Agora estamos todos a comer em condições e a hora de almoço não é desculpa, fazemos no dia anterior ou uma coisa rápida!

Cláudia disse...

Eu agora tenho a possibilidade de ir almoçar a casa (normalmente faço jantar a mais) e a minha mãe tem cantina no trabalho mas todos os outros levam a marmita de casa que fica preparada do dia anterior. Saquinho com talheres, prato, bebida, almoço, sobremesa e lanches da tarde e da manhã... Acho que é mesmo uma questão de método e que só ajuda na saúde, na linha e no bolso.

p.s. parabéns ao teu caixote (já que é cada vez mais dificil arranjar trabalho nesta cidade).

stiletto disse...

Muitos parabéns ao teu Caixote. Arranjar trabalho e ainda mais numa área que gosta não está nada fácil. Tudo de bom nesta nova etapa. E parabéns também pelo sucesso do teu tratamento.

Conto de Fadas disse...

Claro que sim Cláudia, ainda hoje trouxemos a nossa salada. Acabamos por ir a casa da minha mãe mas comêmo-la na mesma. ;) E obrigada!

Stiletto, obrigada. :)

Princesa Tesa disse...

Se soubesses a confusão que me faz ver as pessoas no supermercado com caixas e caixas de pizzas, hamburguers e lasanhas... Só de pensar no mal que esse tipo de alimentação faz... É que comer bem (e por comer bem entenda-se comida saudável) não é tão dificil quanto isso. Eu odeio cozinhar, odeio, mas por isso tenho sempre salada feita e lavada no frigorifico e sopa. Não quer dizer que coma todos os dias, longe disso, mas sempre dá para acompanhar uma massa mais gordorosa ou um arroz mais temperado. É tudo uma questão de habito, e vais ver que daqui para a frente também vais olhar com outros olhos para quem se alimenta à base de comida de plastico :D

ádescávir disse...

Parabéns :D Pelo Caixote e pelos kilos idos :D

Aproveita beeem hoje e amanhã modo "dieta" outra vez :D

Conto de Fadas disse...

Princesa, isso é verdade. Eu e o meu Caixote, acabei de comprar uma lancheira para ele levar para o trabalho e comer saudável. Primeiro, porque nem que queira vai trabalhar num sítio onde não tem muito onde comer perto; segundo, porque fica muito mais barato; terceiro, porque só lhe faz bem. :) Cozinho à noite a mais e assim leva pro almoço!

ádescavir, hoje acordei a vomitar e cheia de enxaquecas. Como é o dia em que posso comer antes da dieta, claro que tinha de estar assim!

Maria Joao Ferreira disse...

Caracooooolis, eu nem prestei atenção ao detalhe do carro! Fixa-te nas boas notícias :)

P.S.: amanhã à noite, venham tocar-me à campainha!

Coquinhas disse...

Fiquei tão contente com a notícia do emprego que até abri os olhos para ter a certeza que estava a ver bem. Que booom, muita sorte nesta fase :D

Conto de Fadas disse...

Maria Joao, hoje à noite eu e menina Sofia vamos jantar e comer beringelas recheadas! Um dia destes juntamo-nos todas! :)

Coquinhas, nem imaginas. Passou um ano, ele nunca esteve sem trabalhar e eu com a insegurança da loja... graças a deus tem estado a correr bem e ia dando mas agora sim, quero ver se estabilizamos. :)

*C*inderela disse...

Fico muito feliz por vocês, ainda bem que já arranjou um trabalho ;)
Eu gosto de cozinhar, prefiro ser eu a fazer uma lasanha, pizzas ... que a comprar feito, assim sempre dá para cozinhar de forma mais saudavel e sabemos aquilo que comemos.

Bjokas.