terça-feira, 11 de junho de 2013


Eu sou, sem sombra de dúvidas, uma mulher muito afortunada. Não porque recebi - como tantas vezes e só porque sim - uma prenda linda que é este anel maravilhoso em filigrana, mas porque o meu Caixote não parava de sorrir ao dar-me e depois disse "Tu sabes que és a mulher da minha vida, mas mesmo, não sabes?".

E é isso. Sei.

19 comentários:

S* disse...

O Caixote é um romântico gastador, é o que é. :D

Sofia Miacis disse...

*.*
Wordless

Violeta Santos disse...

És mesmo :DD *

Hailee~ disse...

Lindo (o calor e o gesto/palavras do Caixote) x)

Maria disse...

Grande sortuda...bom mas ele também é...merecem-se portanto...felicidades para os dois!
Bjs
Maria

Conto de Fadas disse...

S*, sabes como é... o rapaz ainda não percebeu que já não tem o dinheiro que tinha antes. lol

Conto de Fadas disse...

Sofia e Violeta, eu sei. :)

Conto de Fadas disse...

Hailee e Maria, acho que o romantismo ficou (quase) todo nele... mas completamo-nos assim. :)

Hailee~ disse...

oh eu disse calor, queria dizer colar lol*

Carla disse...

Que lindo!
Por aqui não há lá grande romantismo...mas há muito amor, e isso, acho que se vê! ;)

GATA disse...

Ohhh, tão queridooo!!!

Conto de Fadas disse...

Eu tenho muita sorte. :)

O Olhar do Lobo disse...

Que grande elogio :)

Coquinhas disse...

Que lindo :D

Conto de Fadas disse...

O Olhar do Lobo. :)

Coquinhas, obrigada!

Quel* disse...

Que sortuda que tu és :)

Petra disse...

Aiii coisa mailinda.

Mini Melga disse...

O anel é lindo, mas o comentário é muito mais! :)
Uma frase tão fácil de dizer e tão boa de se ouvir. :)

Conto de Fadas disse...

Quel*, mesmo! A mãe costuma dizer-me que nasci com o c* virado prá lua!

Petra, assim poooodre de lino. :)

Mini Melga, tenho a sorte de ter um companheiro que me diz isto todos os dias. Mas todos os dias. :)