domingo, 15 de agosto de 2010

A elegância.


Há pessoas que são naturalmente elegantes. E são estas as que me interessam - as que o são naturalmente, porque se há coisa pior que a deselegância, é a elegância forçada! Denuncia-se logo, coitada.
Não falo daquelas pessoas que se vestem sempre bem (com muito ou pouco dinheiro, mas é claro que com muito é mais fácil!) e comummente dizemos que são elegantes, mas sim daquelas pessoas que têm uma elegância no toque, na fala, no gesto, no cuidado com os outros. Aquelas pessoas que têm sensibilidade na palavra, que comem de boca fechada, que se sentam de maneira adequada, que se abaixam de modo a enrolar o corpo (e não de perna aberta), que pegam na chávena de café em condições. Aquelas pessoas que se preocupam em ter os dentes limpinhos depois de comer, em vestir de forma adequada nas diferentes ocasiões (não se trabalha e se vai para a praia com a mesma roupa, a menos que trabalhes na praia! E mesmo assim...), aquelas pessoas que nunca se esquecem do bom dia e do obrigado/a ao empregado que lhes serve um café, nem à menina que lhe vai buscar a peça de roupa do número que pediram.

Essas pessoas fascinam-me sempre pelo facto de serem tão raras nos dias que correm.

E nisto toda a gente está em pé de igualdade: a elêgância de que falo não vem com o dinheiro nem com a formação académica. Vem com a educação que nos é dada desde muito pequeninos. E essa, meus amigos, não tem preço.

PS: para verem do que falo, hoje a primeira coisa que uma senhora da aldeia da minha tia lhe disse quando a viu (há anos que não a via) foi: Oh X, estás gorda como uma burra! E eu fiquei de queixo caído...

10 comentários:

ML disse...

Tão verdade isto...

Fresco_e_Fofo disse...

Mas é tão rara...

Este tema não me é estranho. Acho que já o vi por aí, talvez com mais ou menos uma linha ou uma vírgula...
Twins... lolol

Miranda disse...

Concordo plenamente! Parabéns pelo blog :)

Tornei-me seguidora!

Convido-te a vires conhecer os meus blogs tb:
fashionmarketslove.blogspot.com
&
mirandastyleatbreakfast.blogspot.com (onde estou a fazer um sorteio de um verniz Yves Saint Laurent nº9, participa!)

beijinhos, seguidora Miranda

Ana disse...

É normal Fresco, muitas vezes fazemos posts sobre situações e temas comuns. Afinal, vivêmo-las juntas! :)

Mary Jane disse...

Lembra-me o post que fiz há pouco tempo também há propósito de estilo ;) Acho que há quem nasça com ele, mas acho que também o podemos aprender. E, nesse sentido, os gestos de que falas ganham uma maior importância :)Gosto de pensar que desde pequenina fui orientada para ser "elegante" :)

Petra Pink disse...

podes crer! é horrivel quando as pessoas não tem modos, e se regosijam de dizer esse tipo de coisas como essa mulher disse à tua tia.
e a tua tia devia ter dito da forma altamente desilegante:
olha e tu tas feia que nem uma porca esfomeada!
lol

Narizinho Lunático disse...

É verdade! Esse tipo de elegância não se paga com o cartão de crédito. Ou se tem ou não se tem. E a dieta? Como corre? :) Bjitos

Zapping for Perfection disse...

Completamente ! Mas pronto, quem nasce sem educação tarde ou nunca a vai ter...
Beijinho, M e S

Fresco_e_Fofo disse...

Não era uma crítica, era uma brincadeira.
Naturalíssimo.

margarida disse...

Sim, vem tudo da educação. Ainda hoje a minha mãe me vai dando lições "a droga nunca se experimenta, o mal é experimentar" e outras coisas que tais. Enfim, ao longa da minha vida devo ter ouvido isso para cima de cinco mil vezes. Tanto isto como as regras de boa educação. Por outro lado, tive uma colega na universidade, "de boas famílias", que foi sempre habituada a achar-se mais que toda a gente, nunca se lhe ouviu um por favor ou obrigada. Enfim, é de família mesmo.