quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Dos cuidados


Eu não ligo nada a marcas de roupa. Não ligo nada se tenho uma t-shirt da Calvin Klein ou da H&M, tanto me dá, desde que seja bonita e me fique bem, siga pra bingo. O que eu exijo são coisas boas, em tudo o que tenho, o que não implica que sejam caras.
Para mim, as t-shirts devem ser quase sempre de algodão, para não federem (embora eu seja muito cheirosa, modéstia à parte) e para aguentarem muito tempo impecáveis. As calças podem ser simples mas devem ter um bom corte, bom tecido e assentar-me bem, sem folgar demasiado aqui e acolá. A minha irmã trabalhou numa loja em que um par de calças custava mais de 200€ e ela chamava-lhes "calças maria mijonas", porque o tecido era tão nojento que ao fim de um dia fedia por todo o lado naquele sítio que a gente sabe, por muita higiene que se pudesse ter. Portanto ser caro não significa, mais uma vez, que seja bom.
Calçado, esse, tem mesmo de ser bom porque estes pés são de anormal e magoam-se com tudo, pelo que já nem experimento comprar calçado sem ser da Foreva ('tás cá dentro!), BATA, Merrell, Skechers e por aí fora...
Mas, mais do que na roupa, compro coisas boas no que toca ao corpo. Não compro coisas caras porque não tenho dinheiro para isso mas o meu creme de rosto ou é Olay ou, ultimamente, um Nivea hiper bom que comprei no Continente e nem 6€ me custou, super hidratante.
O meu champô ultimamente tem sido um que comprei na cabeleireira, caro pra burro, por causa da descamação que tinha e continuo a ter. Mas o condicionador continua a ser Pantene, o melhor para mim. Já trabalhei para várias marcas de estética e mantenho a opinião de que a Pantene, a nível de condicionadores, é melhor do que a maioria das marcas da luxo de mais de 20€. Sabiam que foram feitos estudos que comprovam que é melhor que Kerástase, marca em que nenhum champô custa menos de 20€?
Ontem fui comprar um sérum da tal Kerástase, porque nos sérums acho mesmo que é a melhor marca. Já usei este há anos e agora regressei, dado que as minhas pontas andam a pedir socorro.
O meu creme de corpo varia sempre entre Boticário e The Body Shop. Ultimamente uso mais Boticário, porque sei que não é testada em animais (e The Body Shop também não mas a empresa agora pertence à Lóreal, das marcas que mais testa no mundo... bem como a Procter & Gamble, dona da Pantene, mas pronto... evito nalgumas coisas) e porque o cheiro e hidratação são mesmo, mesmo bons e mais baratos que a Body Shop.
Basicamente, no que respeita aos nossos cuidados, não temos de gastar muito dinheiro mas também não devemos agarrar na primeira porcaria que nos aparece na frente porque é barato. O barato sai caro muitas vezes e se um creme hidratante não hidrata nada, mais vale não comprar e poupar esse.

6 comentários:

Cláudia disse...

eu também não ligo a marcas em nada mas há algumas coisas que acho que não compensa gastar muito dinheiro.

Para o cabelo sou fiel há varios anos á schwarzkopf. Acho que tem uma relação qualidade- preço acima de todas as outras. Nos cremes do rosto gosto muito da clinique, mas o meu bolso não, por isso vario entre a Garnier e a YvesRocher.

Já para o corpo, mãos e pés é como calha. Neste momento estou a usar um do Boticario que comprei em promoção, mas já usei Garnier e até um do Lidl que era bastante bom.
Gosto de me besuntar bem e diariamente e se vou a comprar marcas de 10-15 euros todos os meses vou á roína num instante, por isso não me incomoda recorrer a marcas mais baratas desde que estejam á altura e a maioria das de supermercado está.

Maria. disse...

Também não ligo nada às marcas, de roupa e calçado aliás não compro quase nada de boas marcas porque ainda sou apologista do ter mais, de qualidade inferior. Ainda que não seja, claro, uma qualquer porcaria de corte duvidoso e tecido manhoso. Mas há coisas nas quais não dispenso, sobretudo produtos de beleza. Produtos para o cabelo, cremes para a cara (2) e sobretudo maquilhagem, que adoro, custam-me os olhos da cara mas prefiro assim do que comprar produtos de supermercado que sei que me vão fazer mal (quem me dera que não fizessem).

Caixa disse...

Sobretudo temos de ter consciência de que há coisas nas quais se justifica gastar, e outras nem por isso. Compreendo a Encantos, porque no corpo gastamos mesmo muito creme... no entanto, eu compro um boião de creme de corpo de 3 ou 4 em 3 ou 4 meses, por isso gastar 10€ num não me custa nada. Não tenho o hábito de aplicar creme no corpo mais do que uma vez por dia (às vezes só o faço de 2 em 2 dias), pelo que me rende bem. :)

Joana Castro disse...

Só tenho a dizer o seguinte: creme da body shop de melancia <3

GATA disse...

Não sou viciada em marcas, as minhas únicas 'esquisitices' são com os cremes do rosto (que são de farmácia, porque eu tenho uma pele com mau feitio) e com o calçado (por causa do ballet, tenho os pés muito sensíveis e o calçado tem que ser suave) - de resto, aposto na relação qualidade/preço.

Carla disse...

Eu também penso um bocadinho assim...e há coisas baratas que já sei que não vale a pena comprar, mais vale pagar mais um bocadinho e ter um produto bom!