sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Processo Casa Pia


Após a leitura das sentenças, cabe-me dizer isto: hoje tenho orgulho do curso que tirei e da justiça portuguesa. Apesar das penas para este bando de pedófilos terem sido muito leves, fiquei muito feliz por saber que o colectivo teve os tomates - e a coragem, é preciso reconhecê-lo! - de não dar a nenhum destes badalhocos uma pena demasiado leve que lhes permitisse a pena suspensa.

Aesar de se terem ficado pelos 5, 6, 7 anos, fiquei contente porque já acreditava que iam ser todos absolvidos e apenas o Bibi (aquele que considero o mais desculpável de todos) levou com 18 anos de prisão efectiva.

De qualquer modo, já se sabe que agora vão para os recursos e isto vai arrastar-se durante anos... Porém, o que importa é que foram considerados culpados. Porque é isso que eles são.

9 comentários:

laetitiasweeneyrose disse...

Concordo contigo, a sério que sim.:)

Petra Pink disse...

era cortar-lhes o bacamarte também.

Ana disse...

Acho que isso era pouco... Era, nem sei o que é que era!

Crises da Idade disse...

Sempre achei esta história muito mal contada, enfim...acho que havia de tar mais alguns arguidos lá.

Dá uma olhadela :p
crisesdaidade.blogspot.com

Pinkk Candy disse...

apanharam foi poucos anos para o crime que cometeram.

kiss

ML disse...

Para mim o que conta também é o resultado do dia de ontem: o terem sido considerados culpados. O ser humano erra? Sim erra. Mas eu acredito na justiça.

Ana disse...

Eu acredito que um crime destes não pode nunca ficar impune! E estes animais mereciam muito mais. Mas pronto, como são gente tão importante (o Bibi, esse pobretainas, levou logo com 18 anos...), já fiquei contente com o resultado! Voltei a ter fé neste sistema.

afectado disse...

penas demasiado leves...

.I. disse...

O que interessava mesmo era que os culpados efectivamente cumprissem penas equiparáveis à culpa. Não aconteceu e, provavelmente, não virá a acontecer. Esta merda mete-me nojo. E depois todos tratam o assunto como se apenas estivesse em causa um par de estalos distribuídos por meia dúzia de putos. É um reflexo sujo do país.