terça-feira, 9 de novembro de 2010

Joguinhos psicológicos

E aquelas pessoas que fazem chantagenzinha psicológica para conseguirem o que querem? Do género ralhaste comigo, que sou um santo, por isso vou fingir que estou muito magoado, que nem tenho apetite, vou almoçar e jantar fora de casa sem dar justificações a ninguém para parecer que realmente estou muito transtornado com a nossa discussão? Eu conheço alguns desse género, essas pessoas que conseguem o que querem à custa de se fazerem de pobres coitadas, indefesas, que ficam muito magoadas com tudo e conseguem fazer os outros sentirem-se culpados...

Eu ao menos acabo por conseguir o que quero por ficar zangada e impor a minha posição, não por me fazer de coitada infeliz e magoada! É que se há coisa que me enerva é gente que se faz de vítima, e põe aqueles olhos de carneiro mal morto e a sobrancelha franzida... Ui, fico piurça! Passo-me logo dos carretos e já nem vejo nada à frente, nem que tenham razão deixam de tê-la!

PS: já agora, deixem de fingir que até ficam sem apetite porque a maior parte das pessoas, quando estão deprimidas, atacam toda a comida que lhes aparece na frente! Nós, mulheres, podemos confirmar a veracidade desta afirmação.

5 comentários:

JS disse...

Gostei da parte do P.S., é que eu pensava que era a única a pensar assim.

Eu também não gosto dessas pessoas, das coitadinhas. Eu prefiro ter este meu mau feitio doque esse arzinho de coitadinha.

Ana disse...

lol És cá das minhas JS...

Dora disse...

Eu gosto de um joguinho desses. Apimenta a coisa.

Ana disse...

Eu gosto de joguinhos, mas não desses, sobretudo com gente que me é importante e que sei que fica mesmo arreliada com aquilo...

Narizinho Lunático disse...

Olha que não é bem assim... Eu, por exemplo, quando ando em baixo, triste, deprimida, pura e simplesmente não como. Nada, mesmo. Passo um dia inteiro com um iogurte, e este tem de ser bebido (sim, porque sólidos não entram na boca nessas alturas!) aos poucos, tipo um golo agor, um meia hora depois, etc etc etc. ;) Bjitos