quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Yo no creo in brujas, pero...

Mentira, eu acredito em bruxas e bruxedos sim. Claro que sei que, 99% das pessoas que dizem ter poderes e tal, são é uns grandes ladrões a aproveitar-se da fragilidade dos outros, mas acredito que 1% desses todos tem realmente um dom para adivinhar, prever, voltar a ver, lançar feitiços e coisas afins.
Há uns tempos o meu Caixote, que tinha uma colega nas aulas que tinha tirado um curso de espiritismo ou coisa do género, de leitura de cartas e coisas que tais, contou-me que ela lhe contara que uma rapariga aqui da cidade tinha aberto um negócio e nunca, em meses, tinha entrado ninguém no estabelecimento. Ela esforçava-se, divulgava e nada. Um dia foi a uma velhota conhecida por ser bruxa aqui na cidade, mas essa dizem que tem mesmo poderes ou dons reais, coisa meio assustadora mesmo.
Foi à bruxa e a bruxa perguntou-lhe se ela não costumava ter uns sacos de lixo pretos à porta. A rapariga disse que sim. A velha perguntou se os sacos não tinham gordura, se não deixavam sebo no chão. Ela disse que sim. A velha perguntou o que lhes fazia, ela respondeu que os deixava estar ali, e que às vezes ia deitar fora. E como é que lavava o chão para tirar a gordura, perguntou a velha. Com água e líquido, respondeu a rapariga. A velha disse para começar a lavar, de dentro para fora da loja, o chão onde pousavam os sacos com canela, que pelos vistos protege desses "males". E para não tocar nos sacos com as mãos, afastar com uma vassoura ou assim, porque era feitiço de gente invejosa para aquilo não dar certo.
A verdade é que a velha adivinhou que ela tinha sempre sacos à porta e com gordura, e dali a uns dias a loja dela começou a encher, e o negócio vai de vento em poupa!

E agora eu pergunto: sabem quem é que tinha hoje dentro da loja (pergunto-me como, dado que as portadas da loja foram fechadas às 19h quando saí), um guardanapo cheio de gordura?

12 comentários:

Rita disse...

Medo!

teardrop disse...

Epá, eu já acredito em tudo! Tu faz o mesmo que ela recomendou, pelo sim pelo não!
Beijinhos e boas energias!

Cláudia disse...

Creepy!

já ouvi falar desse tipo de coisas, sou céptica mas não coloco totalmente de parte.
Acho que, por estranho que pareça, me é mais fácil acreditar no mal feito na terra do que o bem feito no céu.

Resta-me dizer para aproveitares a dica e comprares canela com fartura, não só aromatiza a loja como a trabquiliza a mente.

Carla disse...

Credo, que até me arrepiei toda!!!

Bolas...pois eu já nem sei se acredito ou não, mas que as há, há!!!

Conto de Fadas disse...

Eu acredito! O guardanapo que apareça de novo que vocês vão ver se não vou à bruxa... Fui deitá-lo (mas peguei-lhe) num balde de lixo da rua, não sei como aquilo entrou!

GATA disse...

Mau... tu queres ver que é preciso eu ir ao 'nuorte' dar umas unhadas???

Tu não devias ter pegado no guardanapo com a mão... por causa dos micróbios! :-)

Ana disse...

bem, não sei quanto a vós, mas para mim sacos dos lixo à porta de uma loja não são bom cartão de visita. e não preciso ser bruxa para saber isso...

Conto de Fadas disse...

Gata, está bem está, agora já peguei! :D

Ana, a mim só me parece curioso que a mulher adivinhasse que todas as manhãs ela tinha um saco preto junto à porta da loja, com gordura no fundo. E que depois de lhe ter dito pra lá umas palavras e ela afastado aquilo, a loja de repente enchesse. :)

Niki disse...

Eu precisava mesmo de ter uma conversa com uma Bruxa dessas!!!!

Conto de Fadas disse...

Niki, somos duas, o dia está a correr uma porcaria...

Petra disse...

Como transmontana que sou, ja soube e assisti a tantas coisas parecidas e ainda piores do que esta situação que contas.
Sim ha que ter cuidado. Compra um olho de boi rapariga....

Conto de Fadas disse...

Petra, vou comprar qualquer coisa assim, pelo sim pelo não! :)