sábado, 14 de janeiro de 2012

Poesia


Há anos que não escrevo um poema. Se há leitura que considero agradável, leve e revitalizante é a poesia. Lê-se um poema, ele acaba, começa-se outro, ele acaba, e outro, e acaba, e a história renova-se em cada um.
Há uns anos atrás escrevia um poema todos os dias. Às vezes dois ou três. Cheguei a ganhar concursos na escola, lembro-me de um em que o prémio foi um livro - "A Fera Peluda" (mas não era pornográfico). Curioso perceber como a inspiração me vinha sempre que estava infeliz, com problemas ou macaquinhos no sótão.
Há 3 anos e meio que não escrevo um poema, porque para mim a poesia era uma forma de descarregar frustrações, chorar um bocado, revoltar-me no papel: fosse um poema de amor, de morte, de paixão terminada, sobre ele, sobre ela, sobre nada. Mas agora estou bem, e já não escrevo.

Tenho saudades, gostava de ter o jeito que tinha antes para a escrita, para me expressar em poemas rimados ou não. Mas já não tenho, porque a mim o jeito vem-me da tristeza.

10 comentários:

O Ramalhete disse...

talvez seja melhor ser feliz a ser poeta.

Andreia disse...

sinto exactamente o mesmo. Adorava escreve, mas escrevia mais crónicas...e um dia deixei-me disso, não tinha mais tristezas para enxugar no papel...mas um dia volto À escrita, mesmo estando feliz...assim o espero. Experimenta, tenta pôr essas coisas todas bonitas por que passas no papel

Conto de Fadas disse...

Vou tentar, a poesia é tão bonita que não pode vir só da tristeza. :)

Sabor Adocicado* disse...

eu também adoro escrever poemas (:
mas sem rima
antes escrevia poemas a fio
a mim a inspiração vem com a paixão.. tanto a felicidade como a tristeza extrema me deixam com um bloqueio criativo.. parece que nunca há palavras suficientes para exprimir o que sinto..

ahhh! parabéns pela aparição na tv ! Que prendinhas lindas! Votos de muito sucesso para a loja :D

Conto de Fadas disse...

Obrigada Sabor Adocicado, tem sabido bem ouvir tantos comentários positivos. Eu tenho saudades de escrever, talvez volte agora... afinal, na loja costumo ter tempo. :)

Cláudia disse...

eu também sou mais produtiva nas letras quando estou menos feliz. Não precisa de ser com amores os desamores (porque, felizmente, nesse campo há muito que tudo corre de forma airosa), mas com a vida em geral...

p.s. tens uma foto tua no correio da manha deste fim de semana( não sei se no sab. se no dom.)

Conto de Fadas disse...

Cláudia, what?! Tenho de ver isso!!!

GATA disse...

Durante anos escrevi prosa, mas só para mim... Até que um dia mostrei à pessoa com quem tinha uma relação, e passei a escrever por e para ele... A relação acabou mal e eu nunca mais escrevi e até destrui tudo o que tinha escrito. Não tenho saudades e perdi o jeito (se é que alguma vez o tive!...)

Conto de Fadas disse...

Gata, eu por acaso tenho saudades, porque acho que fazia coisas muito bonitas. :)

Wallisson Sudaro disse...

também me inscrevo nesse hall ... tenho um blog com alguns escritos e apreciações, mas a pena não me tem sido tão mais fiel... :'(