domingo, 20 de novembro de 2011

Dos animais e do amor

Ainda há pouco estive a ver na internet um vídeo sobre a recepção de alguns cães aos seus donos, militares americanos que estavam no Afeganistão. Depois de terminado o vídeo (não parei de sorrir enquanto o vi!), fiquei a pensar em como é que é possível que haja gente que faz tanto mal aos cães, gatos, aves, focas... eu sei lá, aos animais em geral!
Eu não sou vegetariana, por isso também contribuo para a morte deles, é um facto. Acreditem que é uma situação que já ponderei inverter, falta a força de vontade. Mas isso é diferente de tratar mal os nossos animais, que não nos fazem mal nenhum, pelo contrário, dão-nos o melhor que têm.

Vejam o vídeo http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=iD3cgDRsDck e tirem as vossas próprias conclusões. Afinal eles sentem? Ou amam?

Se calhar sim, se calhar não é como Pavlov dizia e é tudo por acto reflexo...

2 comentários:

Rui Caldeira disse...

Olha, eu tou numa de arranjar um papagaio cá para casa. . . temo é que o vocabulário dele comece todo por F....

Ana Sá disse...

Pois, coitado, esse sim fala por imitação!