quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Mantinhas de amor


Uma amiga há umas semanas pediu-me mantinhas velhas para aquecer os animais da sociedade de animais na qual é voluntária. Com tanto em que pensar na loja isso passou-me de ideia mas hoje fui ao sótão mais a mãe procurar mantas e coisas do género que estavam lá paradas, sem uso e só a fazer monte e a ganhar pó, e a verdade é que trouxemos duas sacas enormes cheias de mantas finas, tapetes antigos (para servir de base para as camas deles), lençóis de flanela (agora usamos os polares) e um cobertor já meio roto mas que serve perfeitamente.
Ou seja, trouxemos do sótão mantas e afins que já não usamos, que estão só a ocupar espaço, e agora eles vão aquecer meia dúzia de cães e de gatos sem dono, que estão simplesmente à espera que os vão buscar e que os aqueçam, nem é tanto com mantas, mas com muito amor.

Por isso faço-vos o apelo: se têm em casa mantas, toalhas velhas, lençóis, camisolas grandes, cobertores que já não usem, levem-nos à associação de animais ou canil mais próximo. O Inverno aproxima-se e prevê-se gelado e eles precisam desse agasalho. Afinal, não têm ninguém que os aconchegue...

:-) Sejam uns queridos, eu sei que vocês são!

2 comentários:

Turista disse...

Querida Caixa, tens razão! Tenho uma série de toalhas que posso doar. :)

Ana Sá disse...

:-) Obrigada Turista, eles é que agradecem!