sábado, 26 de fevereiro de 2011

Depois do exame - as conclusões

Concluo, antes de mais, que a Ordem dos Notários é muito mal organizada. No final do exame perguntei aos notários que estavam a vigiar o exame se era necessário ser colaborador de notário para estar a fazer aquele exame e um respondeu-me que sim, o outro que não. Fiquei feita parva a olhar e respondi que eu não sou colaboradora de notário algum. Mas depois lá acordaram que afinal não era necessário.
Concluo também que, apesar disso, o exame era direccionado só para os colaboradores de notário, dado que era impossível que alguém que nunca tivesse trabalhado num cartório pudesse saber aquilo tudo. Pediram nomeadamente para redigir um reconhecimento de assinatura e eu nem respondi. Como é que haveria de saber se nunca fiz um nem nunca vi um? Sei quais devem ser os elementos constantes, mas não sei fazer um.
Concluo, por último, que estou absolutamente chumbada.

De modos que é isto, não estou muito bem humorada... mas pronto, vá lá, o exame ao menos não foi pago.

3 comentários:

Fresco_e_Fofo disse...

Resumindo: pela falta de organização deles (foi NOTÓRIA a desorganização dos NOTÁRIOS), andaste uma semana a estudar pró boneco.
Este país ainda é melhor do que a minha cadela. Apesar dos meus "25" anos de idade (fora os que a burra mamou eheheh), ainda consegue surpreender-me todos os dias.
Balhamedeus!

Taberneiro disse...

Huuummm (isto sou eu a pensar), e que tal um fino bem fresquinho para "afogar" esse mau humor?

O primeiro é por conta da casa.

Ana disse...

Olha Fofo, andei mesmo a estudar pró boneco! Mas bem, ainda aprendi umas coisinhas...

Taberneiro, ou um suminho que eu não bebo álcool! :)