segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Ficheiros Médicos

Ficheiros Médicos é o nome do programa que acabou de estrear na SIC. Estive a ver o programa com toda a atenção e só posso dizer que adorei! É bom finalmente termos um programa deste género realizado em Portugal, em que nos mostram a medicina e os seus feitos como eles são, sem floreados e falsas esperanças.
Gostei da equipa de médicos de neurocirurgia do Hospital de S. João, que já tinha ouvido dizer que é fantástica! Gostei de ver como aquela mãe não desistiu do melhor para o seu filho. Gostei de ver o Daniel tão bem um mês após uma operação que só foi feita 55 vezes em todo o mundo, aos doentes da síndrome de Tourette.

Era de um programa destes que estávamos a precisar. Adorei e, claro, chorei ao ver aquele rapaz a chorar também quando se despediu dos médicos.

7 comentários:

Geri disse...

Desta vez falhei, só me lembrei já estava na parte final do programa. Nunca perco este tipo de programas, ainda por cima sendo com os médicos em questão. A equipa é efectivamente fantástica, como costumo dizer o Prof. Dr. Rui Vaz é o meu herói. Foi o médico responsável pela cirurgia a que o meu pai foi submetido ao cérebro há uns anos e que foi um sucesso. Fiquei muito feliz ao ver aquele rapaz sair do hospital a chorar de alegria.

*Sininho* disse...

Não vi o programa todo mas também gostei do formato (apesar de ser um bocado impressionável com estas coisas...): é verdadeiro e chocante mas sem ser sensacionalista.

Joana disse...

Realmente é disto que se precisa, muito bom mesmo ;)

Fresco_e_Fofo disse...

Acho que nunca vou ver. São programas que me deixam deprimido e isso é do que eu preciso menos.
É verdade, já cheguei à conclusão que determinado tipo de programas (por exemplo: filmes sobre o holocausto e coisas do género) ou me deixam deprimido, ou irritado e por isso prefiro qualquer coisa mais ligeira a ter de viver os dramas alheios.

Lolita disse...

Não vi, mas fiquei curiosa com a reportagem! **

Ana disse...

Olha Fofo, eu entendo, mas o programa é efectivamente bom! É como eu, já não vejo programas de top models para não ficar deprimida... ;-)

teardrop disse...

Ontem não consegui ver, mas vou ser uma espectadora assídua!